quarta-feira, 2 de julho de 2014

Séries de TV que desandaram após mudanças de elenco

Séries que desandaram após mudanças de elenco
Charlie Sheen em Two And a Half Men
Muitas séries de televisão dão mais o que falar por causa das confusões nos bastidores do que por seus enredos. Isso acontece principalmente quando o sucesso na audiência infla os egos dos atores que compõem o elenco. Os ataques de estrelismo, atrasos e problemas de relacionamento com os colegas podem por tudo a perder. Diante disso, os produtores são obrigados a substituir um ator problemático. Mudanças desse tipo, porém, podem fazer com que a série desande, perca a audiência conquistada ao longo de várias temporadas e até acabe cancelada.



Veja alguns exemplos de séries que passaram por situações como essa:

Charlie Sheen saindo de
Two and a Half Men

Esse é o caso mais célebre de mudança drástica no elenco de uma série de televisão atualmente. Para resumir a história, podemos dizer simplesmente que o ator Charlie Sheen surtou. Envolvido em orgias e bebedeiras, ele foi internado e faltou às gravações da série. No fim acabou demitido e foi substituído pelo jovem ator Ashton Kutcher (ex de Demi Moore). A mudança, por enquanto, não afetou a audiência e a série está garantida para mais uma temporada, a décima (e segunda sem seu antigo astro no elenco).

David Duchovny saindo de Arquivo X

Conquistou milhões de fãs mundo explorando temas como extraterrestres e paranormalidade. A série, no entanto, começou a desandar em 2000 depois da saída do astro principal, David Duchovny, que interpretava o investigador do FBI Fox Mulder. Apesar do afastamento do ator não ter sido definitivo (ele fez aparições em diversos episódios posteriormente), as mudanças não agradaram ao público. Basicamente a série perdeu o rumo e acabou dois anos depois, para a tristeza dos seus milhões de fãs.

Shannen Doherty saindo de Barrados no Baile


"Barrados no Baile" (Beverly Hills 90210) foi uma das séries de maior sucesso dos anos 1990. A produção passou por uma grande turbulência no fim da quarta temporada, em 1994. A atriz que interpretava a personagem Brenda Walsh, Shannen Doherty, foi substituída por Tiffani-Amber Thiessen depois de uma briga com a filha do produtor Aaron Spelling. Apesar disso, a série continuou por mais seis anos sem ela graças ao talento de sua substituta.

William Petersen saindo de CSI - Investigação criminal

Grande parte do sucesso da série se deve ao talento de seus roteiristas e também ao carisma do protagonista Gil Grissom (William Petersen), um perito criminal apaixonado por insetos. No entanto, depois de nove anos interpretando o chefe do laboratório criminal de Las Vegas, Petersen resolveu se afastar da série. À princípio o público estranhou a mudança. O lado bom é que o seu substituto, Laurence Fishburne (o Morpheus, de "Matrix") é bastante talentoso e deu conta do recado, e a série seguiu em frente.

Farrah Fawcett saindo de As Panteras


Farrah Fawcett foi um dos grandes símbolos sexuais da sua época, os anos 70. A bela loira fazia a alegria do público masculino (sua "Playboy" é uma das mais vendidas da história) e ficou marcada na memória dos fãs da série. Um detalhe interessante sobre a atriz é que a sua participação em "As Panteras" no papel da detetive Jill Muroe durou apenas um ano (1976-77). Ela foi substituída pela cantora Cheryl Ladd, que estreava como atriz. Por conta de um processo movido pelos produtores, Fawcett ainda foi obrigada a participar de alguns episódios nos anos posteriores (a última em 1980, um ano antes do fim da série).