sábado, 28 de maio de 2011

Os mistérios da Novela Morde e Assopra

Teoricamente a novela "Morde E Assopra" deveria agradar a um tipo de público diferente: os Geeks e Nerds. Isso porque ela explorar dois temas bem interessantes: o universos dos Dinossauros e a Arqueologia e o também os aficcionados pela tecnologia e robótica. O problema é que até onde sei, esse público não assiste novela e o público que assiste, fica perdido, não entende nada.

Além disso, atualmente esse tema não foi muito bem recebido pelo público nem mesmo nos Estados Unidos. Para quem não lembra, no ano passado a série Cáprica, que explora o tema de robôs (os cylons) que querem ser humanos, não vingou e foi cancelada na primeira temporada. E olha que o roteiro era bem construído. Ao contrário da novela da Globo, que tem um texto medíocre.

Além disso parece que a novela virou assunto de piada dentro da própria emissora. De acordo com a Folha de São Paulo o folhetim televisivo anda sofrendo com sumiços misteriosos, resultado talvez da baixa audiência. Na tentativa de melhorar, a novela simplesmente eliminou núcleos inteiros. Misteriosamente, personagens desapareceram. Por exemplo, a família de Abner, a personangem de Marcos Pasquim simplesmente nunca mais foi vista. Do mesmo modo, os personagens nipônios tomaram chá de sumiço.

Pelos corredoras, os próprio atores da trama televisiva andam chamando a novela de "Morte e Assopra", numa alusão aos tais sumiços. Até onde sei até mesmo a andróide Naomi, interpretada pela atriz Flávia Alessandra simplesmente não apareceu mais na trama.

Enfim, parece que o autor Walcyr Carrasco, que é um ótimo novelista desta vez errou na escolha do tema. E também na escolha dos atores. Afinal, qualquer Nerd que se preze com certeza deve estar achando rídicula a interpretação do Mateus Solano no papel do cientista Ícaro.